Web Analytics: Qual a ferramenta certa para a sua empresa? Adobe Analytics vs Google Analytics 360

Willy Dantas

22 Maio 2018
0 Comments

Por Thais Vaz - Web Analytics

Essa é uma pergunta complexa devido à enorme quantidade de ferramentas disponíveis no mercado. Quando analisamos o quadro de tecnologias de marketing desenvolvido por Scott Brinker , conseguimos ter uma pequena noção desse mercado, quando em 2017 chegamos a mais de 5.000 soluções disponíveis.
Porém, a escolha de uma boa ferramenta, passa por uma série de etapas que vão desde um plano de mensuração até a análise de recursos que cada solução disponibiliza. Neste post vamos mostrar um pouco sobre duas ferramentas que dominam o mercado de web analytics no mundo: Google Analytics 360 e o Adobe Analytics.

Recursos

As duas ferramentas disponibilizam as informações básicas de acessos, dados demográficos, tecnologia e comportamentos de cliques para estruturação de relatório e dashboards. No entanto, sabemos que uma equipe bem treinada é capaz de obter praticamente os mesmos resultados, independentemente da ferramenta selecionada. Por essa razão, destacamos um dos principais recursos que diferenciam as ferramentas: o modelo de atribuição.

O Adobe Analytics Standard não possui suporte ao modelo de atribuição, sendo necessário optar pela versão Premium ou contratar o Attribution por meio do Adobe Data Workbench.

Já o Google Analytics, na sua versão inicial, oferece as visões de modelo de atribuição. Na versão 360, você pode selecionar um modelo orientado a dados, usando-os para criar automaticamente um modelo de atribuição a partir de jornadas de conversão.

Comércio eletrônico

Olhando para o comércio eletrônico, o Adobe Analytics possui recursos avançados que permitem criar relatórios com alto grau de personalização. Porém, existe a necessidade de implementação e de um especialista em analytics.

O Google Analytics 360 já possui relatórios predefinidos e, por meio de recursos de comércio avançado, é possível analisar a performance do site e de produtos específicos de forma detalhada. A implementação é feita na programação, sendo necessárias configurações simples na ferramenta.

Integrações

Atualmente um grande diferencial nas ferramentas de web analytics está na flexibilidade de exportação, importação e cruzamento de dados.
Nesse ponto o Google Analytics 360 tem uma grande vantagem em relação ao seu concorrente, pois possui integração nativa com as principais ferramentas de mídia do Google (AdWords e DoubleClick).

Suas integrações facilitam a união das informações externas com as do próprio GA360, além de plugins que possibilitam o cruzamento de dados com ferramentas externas, como o Excel.

Por outro lado, o Adobe Analytics também permite integrações externas, mas quando falamos de DoubleClick e AdWords elas se tornam um pouco mais complicadas, sendo necessária a inclusão de dados off-line e recursos via API ou FTP para a sincronização desses dados.

Custos

Por fim, os custos. Esse fator pode determinar a escolha entre uma ferramenta ou outra. A forma de cobrança do Adobe Analytics e do Google Analytics 360 é semelhante, pois é baseada em hits.

Hits são interações que resultam em envio de dados aos servidores. Os tipos de hits mais comuns são: acompanhamento de página, acompanhamento de eventos e comércio eletrônico. Por esse motivo, é muito importante o envolvimento de um profissional no momento da implementação para evitar custos desnecessários.
O Adobe Analytics cobra por quantidade de requisições anuais, com variações no valor se houver mensuração mobile ou agregação de relatórios. Serviços são cobrados à parte e em determinadas situações pode ser necessária a contratação de profissionais da Adobe norte-americana. O valor é cobrado em dólar e convertido para a moeda local.

Você pode contratar o Google Analytics 360 por tier de hits mensais, sejam mobile ou web. O Google trabalha com a venda em reais, sem a necessidade da conversão de moeda. Comparando o Google Analytics 360 contratado em outros países, o Brasil tem a vantagem de ter o preço mais baixo. De modo geral, com o Google Analytics 360, o preço final normalmente é mais baixo e possui melhor previsibilidade em comparação ao Adobe.

Ainda com dúvidas sobre qual decisão tomar? A i-Cherry conta com profissionais que poderão ajudar e orientar qual caminho seguir, entre em contato conosco!

Willy Dantas

Formação em Publicidade e Propaganda e Programação Web, carreira desenvolvida atuando como programador e também gerindo equipes de desenvolvimento. Expertise em marketing digital, programação web/app, gestão de dados (ETL), mensuração com foco em performance e gestão de projetos utilizando metodologias ágeis. MBA em Marketing Digital e MBA em Desenvolvimento Mobile. Domínio nas linguagens de programação Python, C, C#, PHP, JavaScript, React, React-Native. Banco de dados SQL, Mysql, PostgreSql e BigQuery. Domínio das ferramantas Google Marketing Platform: Google Analytics 360, Optimize, Google Tag Manager, Data Studio, Display Video 360, Search Ads 360. Na carreira atuou em projetos de empresas de grande expressão nacional e mundial como: TIM, Avon, Samsung, B2W (Americanas.com - Submarino - Shoptime), Ford, FGV, Wine entre outras.

Comentários