O que é o GA4 e o novo modelo de atribuição de dados

Leticia Lutt

07 Março 2022
0 Comments

Em outubro de 2020, o Google lançou um novo tipo de propriedade no Google Analytics, a propriedade Web + App ainda em beta. Alguns meses depois, em 2021, a propriedade mudou de nome, passando a se chamar “GA4”. O GA4 é uma evolução da versão anterior, Universal Analytics, que para permanecer relevante em um mundo com regras de privacidade de dados intensificadas redesenhou sua base para se adequar à nova realidade do mercado.

Enquanto na versão Universal temos um modelo baseado em sessões, no GA4 o modelo utilizado é centrado no usuário e graças ao aprendizado de máquina, você pode aprender sobre seus clientes, mesmo com lacunas em seus dados em um mundo sem cookies de terceiros.

As principais vantagens do GA4 são:

  •  Dados de app e web agregados;
  • Fornece recursos de análise preditiva;
  • Apresenta rastreamento automático de eventos;
  • Fácil configuração de vários domínios;
  • Acesso a muito mais métricas e dimensões personalizadas;
  • Conexão gratuita com o BigQuery e DV360 (mais ferramentas entrarão nessa lista).

Modelos de Atribuição

Em fevereiro de 2022, o Google disponibilizou uma atualização nas propriedades GA4 relativo aos tipos de modelos de atribuição disponíveis. Agora, é possível optar por utilizar o modelo de atribuição orientado a dados (DDA – Data-driven attribution). As propriedades automaticamente migraram para esse modelo e pode-se notar com o alerta que vemos no relatório de atribuição.

Imagem1-1

Agora temos três tipos de modelos disponíveis nos relatórios de atribuição nas propriedades do Google Analytics 4: modelos baseados em regras de vários canais, um modelo baseado em regras Ads preferidos e o modelo de atribuição baseada em dados.

Modelos baseados em regras de vários canais

  • Último clique (não direto);
  • Primeiro clique;
  • Linear – igualmente para todos os canais;
  • Baseado em posição - 40% para o primeiro e para o último, 20% distribuídos igualmente aos demais canais;
  • Redução de tempo.

Modelo baseado em regras Ads preferido

  • Último clique preferido – 100% do valor ao último canal do Google.

Modelo de atribuiçao baseado em dados

A atribuição baseada em dados é um modelo de aprendizado de máquina que atribui crédito para suas conversões com base em como as pessoas pesquisam sua empresa e interagem com seus anúncios. Em comparação com o modelo de último clique, a atribuição baseada em dados analisa toda a jornada que leva um usuário a converter e atribui crédito a cada etapa dessa jornada.

O modelo incorpora fatores como tempo de conversão, tipo de dispositivo, número de interações com anúncios, ordem de exposição do anúncio e tipo de recursos do criativo. Usando uma abordagem contrafactual, o modelo contrasta o que aconteceu com o que poderia ter ocorrido para determinar quais pontos de contato têm maior probabilidade de gerar conversões. O modelo atribui crédito de conversão a esses pontos de contato com base nessa probabilidade.

Para encontrar os relatórios de atribuição, clique em Publicidade no menu lateral e em Atribuição, clique em Comparação de modelos ou Caminhos de conversão. Vale lembrar que os modelos de atribuição foram introduzidos em datas diferentes. Isso significa que, se você selecionar um intervalo de datas que inclua um período anterior à "data de início" de um modelo, verá dados parciais.

  • Modelos baseados em regras entre canais: 14 de junho de 2021;
  • Atribuição baseada em dados em vários canais: 1º de novembro de 2021.

Para entender mais sobre o assunto, leia também:

Você também pode se interessar por:

Leticia Lutt

Formada em Sistemas de Informação, Letícia é Programadora e Analista de Processos na i-Cherry há quase 5 anos. Atualmente coordena um dos núcleos da área de tecnologia do time de Martech. Baterista, pianista, modelo e apaixonada pelo mundo Google com todas as ferramentas de implementação e análise de dados.

Comentários